Rafael Westinner – Partner McKinsey & Company: 4ª revolução industrial e o percurso conturbado da estratégia à prática

04-12-2018

Para Rafael Westinner, Partner da McKinsey & Company, uma das principais particularidades da 4ª revolução industrial a que assistimos prende-se com o facto de estar a causar mudanças sem precedentes, a um ritmo extremamente acelerado.

A fusão de vários avanços tecnológicos a acontecerem ao mesmo tempo, nomeadamente a junção dos sistemas ciber-físicos com o IoT (Internet of Things) e a conexão entre dispositivos que daí advém, lidera o caminho que conduz às fábricas inteligentes.

Ao revisitar a intervenção de Rafael Westinner na edição de 2018 da IN Conference INEGI, percebe-se que, embora se encontrem exemplos de excelência na aplicação de estratégias capazes de alcançar melhorias de produtividade significativas e de conduzir às “fábricas do futuro”, a realidade e a implementação full enfrenta obstáculos complexos, que em muito dificultam a efetividade do sucesso.

A incapacidade de alcançar o investimento necessário para os projetos ou de atrair e reter talento fazem parte das barreiras encontradas no dia-a-dia. Mais, a maioria dos problemas não parte da tecnologia, mas sim do fator humano: talento, capacidades e organização, salienta o Partner da McKinsey & Company. A ilustrar este conjunto de contrariedades, está aquilo a que ele chama de “purgatório dos pilotos”, um conceito que se relaciona com a dificuldade de implementação dos projetos à escala real. Um processo que implica uma consciencialização e uma reflexão cuidada sobre as razões que motivam as dificuldades ou os fracassos.

Para perceber o que se passa nesta 4ª revolução industrial, o Fórum Económico Mundial conduziu um programa, que pretendia identificar perspetivas capazes de contribuir para o desenvolvimento de fábricas mais avançadas. Daí resultou a identificação das “light houses”, isto é, empresas em funcionamento que estão a fazer ou fizeram um forte investimento nesta dimensão e que devem ser tidas como faróis ou sinais ou exemplos de trabalho, nomeadamente pelos seus programas de inovação continuados.


INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade