Projeto Eco-Compass do INEGI em reportagem da Euronews

11-05-2018
A Euronews quis saber mais sobre o Eco-Compass, um projeto que agrega um conjunto de parceiros Chineses e Europeus, do qual o INEGI faz parte, para desenvolver e avaliar compósitos melhorados do ponto de vista multifuncional e ecológico, produzidos a partir de materiais de origem biológica e reciclados para aplicações nas estruturas secundárias e no interior de aviões.

Na reportagem (disponível aqui) Jens Bachmann, um dos coordenadores do projeto Eco-Compass, explica que estão a tentar encontrar alternativas de origem biológica para estruturas dos aviões como os painéis do teto, os painéis laterais ou os compartimentos superiores. Refere também que hoje em dia estes materiais são feitos de um tipo material prensado, muito leve, com a superfície em fibra de vidro, que esperam substituir por fibras naturais vindas da planta do linho.

Por outro lado, a investigadora do INEGI Carmen Sguazzo salienta que o custo de produção destas fibras naturais pode ser reduzido, face às alternativas usadas atualmente. “São muito leves e na indústria automóvel são já bastante utilizadas. Neste caso, é certo que, antes de ser implementados, os biomateriais serão cuidadosamente ensaiados em conformidade com as normas para a aviação, para garantir as condições de durabilidade e segurança. Aliás, esta é uma parte fundamental do trabalho que está a ser desenvolvido pelo consórcio Eco-Compass”, acrescenta.

No INEGI estão a ser realizados testes para avaliar a resistência ao fogo, uma vez que as fibras naturais são altamente inflamáveis e é necessário encontrar soluções. “O papel do INEGI, enquanto parceiro científico português do projeto, é o de contribuir, juntamente com os parceiros Europeus e Chineses, para a melhoria das propriedades ignífugas dos materiais estudados”, refere a investigadora do INEGI.

Já Xiaosu Yi, outro dos coordenadores do Eco-Compass, destacou o facto de estarem já a trabalhar com a Airbus, assim como com a indústria de aviação chinesa para mostrar os novos materiais de origem biológica.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade